terça-feira, outubro 22, 2019
Início Site Página 2

Apple deve lançar óculos de realidade aumentada em 2020

0



20190903075306_860_645_-_Oculos_ar_apple Apple deve lançar óculos de realidade aumentada em 2020

O ano de 2020 promete ser um ótimo ano para a tecnologia. À medida que as redes 5G se proliferam gradualmente, empresas preparam diversos dispositivos para se aproveitar dessa evolução tecnológica.  

Para a Apple, o próximo ano pode ser particularmente importante, já que o iPhone vai receber sua maior atualização desde 2017: a implementação do 5G. Além disso, os planos da empresa apontam para a adoção de uma câmera 3D aprimorada, para garantir que os aplicativos que usam realidade aumentada sejam mais precisos na detecção dos objetos.  

Isso vai abrir portas para um outro dispositivo que a Apple vem trabalhando: seus óculos de realidade aumentada. O lançamento, que está previsto para 2020, é uma tentativa de obter sucesso onde o Google Glass falhou anos atrás. Espera-se que os óculos sejam sincronizados com o iPhone dos usuários para exibir textos, e-mails, mapas e até rodar jogos usando a tecnologia de realidade aumentada.  

A empresa ainda considera incluir uma App Store com os óculos, como aconteceu com dispositivos como Apple TV e o Apple Watch. Eles estão contratando diversos desenvolvedores de jogos para criar projetos que façam com que os óculos se tornem bastante populares, e, se tudo correr como o planejado pela empresao dispositivo pode até ser o sucessor do iPhone 

Realidade aumentada  

Além da Apple, o Facebook também trabalha em um projeto parecido. A ideia da rede social é criar um óculos de realidade aumentada onde é possível atender a chamadas telefônicas e tirar fotos.  

Amazon trabalha em um dispositivo chamado Echo Frames e um anel chamado Echo Loop, ambos são projetados para trabalhar em conjunto com a Alexa, assistente virtual da Amazon 

O ano dos dobráveis 

A Microsoft planeja lançar a tempo do período de férias de 2020, um dispositivo chamado Surface Duo. Esse aparelho é um tablet dobrável, capaz de fazer e receber chamadas, e que se dobra para ficar compacto. O Surface Duo vai rodar o sistema operacional Android e usará a loja Google Play para download de aplicativos.  

A Samsung, por sua vez, também trabalha em um novo aparelho dobrável. A ideia da empresa é se redimir pelos problemas apresentados por seu primeiro dispositivo do gênero, o Galaxy Fold 

Via: Bloomberg

 



Fonte do Artigo
Tags:

#tecnologia #tecnologias #technology #tecnolog #iphone #informatica #tech #design #samsung #internet #apple #smartphone #seguranca #venezuela #celular #celulares #inovar #qualidade #software #empresas #cursos #engenharia #industria #marketing #ti #tecnoblog #veja #olhardigital #mundodigital #inteligenciaartificial #criar site #criar site curitiba #wiysolutions

Anúncio Patrocinado

Em votação simbólica, CCJ do Senado aprova reforma da Previdência

0


Relator do texto na Casa, Tasso Jereissati (PSDB-CE) acolheu duas emendas; proposta segue para o plenário

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou, na manhã desta terça-feira, 22, em votação simbólica, o relatório da reforma da Previdência, de autoria do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE). O texto, agora, segue para o plenário da Casa, a última etapa do processo ─ marcada para às 14h. O texto havia sido aprovado em primeiro turno no Senado no dia 2 de outubro. A presidente da CCJ, Simone Tebet (MDB-MS), convocou a sessão para discutir as emendas apresentadas pelos senadores antes da apreciação da Proposta de Emenda à Constituição no Senado.

Durante a sessão, Jereissati rejeitou a maioria das emendas apresentadas pelos senadores. O relator acolheu apenas duas alterações ao texto: uma delas determina que o cálculo de idade e tempo de contribuição será feito em dias para aqueles trabalhadores que devem se aposentar pelo sistema de pontos. Outra, que o tempo de trabalho para trabalhadores em situação nociva para a saúde seria “o mínimo” para que consiga se aposentar. 

O trâmite da reforma da Previdência chega a seu estágio final nesta terça. Pela manhã, Jereissati reforçou a expectativa de que a proposta seja aprovada em segundo turno na sessão em plenário sem alterações no conteúdo do texto. Ele ainda afirmou que a votação termina ainda nesta sessão “nem que seja até de madrugada”. “Espero que não (haja alterações). Acho que nós chegamos ao ponto correto na nossa discussão do primeiro turno e no segundo turno é manter como foi aprovado”, disse o senador.

Por se tratar de mudança na Constituição, se aprovado, o texto será promulgado e não é necessária assinatura do presidente Jair Bolsonaro para que as novas regras entrem em vigor. A proposta foi apresentada pelo executivo em fevereiro deste ano, sendo considerada a principal medida para o equilíbrio fiscal das contas pela equipe econômica.

(Com Estadão Conteúdo)






Fonte do Artigo
Tags:

#IBJE #FGV #LOTOFACIL #TINDER #GMAILGOOGLE #TIKTOK

Anúncio Patrocinado

Às vésperas de julgamento, STF sofre pressão para manter 2ª instância

0


O Supremo Tribunal Federal (STF) tem sofrido pressões para não derrubar a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância. A intimidação mais agressiva vem de caminhoneiros bolsonaristas, que gravaram vídeos ameaçando novas paralisações caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva saia da cadeia.

A ofensiva também chegou aos gabinetes dos ministros, que não param de receber mensagens e ligações para impedir a revisão da atual jurisprudência. Só no gabinete do ministro Luís Roberto Barroso, foram mais de 2 mil telefonemas e 4,5 mil e-mails na semana passada.

O jornal O Estado de S. Paulo apurou que os órgãos de segurança e setores de inteligência do governo monitoram a questão, tanto nas redes quanto nas estradas, e produzem relatórios para analisar o que é “bravata” e o que pode ganhar algum tipo de força.

De acordo com a assessoria do STF, as ameaças “que se mostrarem violentas serão enviadas para o âmbito do inquérito conduzido pelo ministro Alexandre de Moraes”, que cuida de investigação sobre ofensas e fake news contra integrantes da Corte.

Para impedir nova derrota da Lava Jato no STF, o grupo Vem Pra Rua mobilizou seguidores nas redes sociais para convencer Barroso e os ministros Luiz Fux, Edson Fachin e Cármen Lúcia – os quatro são favoráveis à execução antecipada de pena – a pedirem vista (mais tempo para análise) e, dessa forma, interromper o julgamento. A execução antecipada de pena é considerada um dos pilares da operação.

“Qual ministro terá coragem de pedir vista e impedir o fim da prisão após condenação em segunda instância?”, diz convocação do movimento, que divulgou na internet relação dos telefones e e-mails de cada um dos gabinetes. Cem mil usuários já acessaram a lista, segundo o grupo.

O plenário da Corte retoma nesta quarta-feira, 23, o julgamento de três ações, com a expectativa de rever o atual entendimento, favorável à prisão após condenação em segunda instância.

Na semana passada, o ex-comandante do Exército general Eduardo Villas Bôas defendeu no Twitter o “grande esforço para combater a corrupção” e alertou para os riscos de “convulsão social”. No ano passado, um tuíte dele na véspera do julgamento de um habeas corpus de Lula foi interpretado como intimidação. Agora, a nova postagem é vista na Corte como um “gesto isolado”.

Ameaças

O recado mais estridente direcionado ao STF vem de grupos isolados de caminhoneiros, que divulgaram em redes sociais vídeos com mensagens contra os integrantes da Corte. “Se vocês soltarem tudo que é ladrão, principalmente o maior de todos eles que é o Lula, vocês vão ver a maior paralisação que este País já teve. E quando os caminhoneiros param, o Brasil para. Fica esperto, Toffoli”, diz um caminhoneiro identificado como “Marcão”.

“Já viram caminhão subindo rampa? Vocês querem soltar bandido para benefício próprio de vocês. Chega! Ou vocês trabalham direito ou vão ver o que vai acontecer. Isso não é um recado, não. É uma promessa”, diz outro caminhoneiro.

Os vídeos circularam entre integrantes da Corte, que relativizam as declarações. “Tem de minimizar, porque essa decisão atinge um número baixo de pessoas”, disse o ministro Gilmar Mendes. Segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o julgamento pode beneficiar 4.895 presos.

Ativistas

A paralisação de caminhoneiros é encabeçada por Ramiro Cruz Jr, representante da União Nacional dos Transportadores Rodoviários e Autônomos de Cargas (Unatrans). Filiado ao PSL, ele foi candidato a deputado federal, não se elegeu, mas mantém contato com assessores do presidente e com Bolsonaro, com quem chegou a se reunir em abril.

“Quanto mais deixar o STF correr solto, soltando bandido por atacado, promovendo o errado e condenando o certo, mais a reação da economia tarda e mais difícil fica (o governo Bolsonaro) continuar de pé. Estamos promovendo uma paralisação pela nossa sobrevivência como sociedade”, disse Ramiro à reportagem.

Um dos líderes da greve de caminhoneiros em 2018, o presidente da Cooperativa dos Transportadores Autônomos do Brasil (BrasCoop),Wallace Landim, o “Chorão”, não é a favor de misturar a pauta política com as reivindicações da categoria. “A questão de paralisar a categoria toda para reivindicar uma pauta de STF eu não faço isso. Se precisar mobilizar para pauta da categoria, sou o primeiro a chamar. Pauta que não é da categoria eu não me envolvo”, afirmou.

“Solução intermediária”

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Superior Tribunal de Justiça (STJ) criticam nos bastidores a possibilidade de adoção de uma “solução intermediária” no julgamento sobre a prisão após condenação em segunda instância. O presidente do STF, Dias Toffoli, já defendeu em duas ocasiões a tese de que deveria caber a execução de pena já após decisão do STJ, mas a interlocutores sinalizou que pode mudar de ideia.

O ministro Gilmar Mendes, que já defendeu a “solução intermediária” do STJ, avisou que vai mudar de entendimento e acompanhar os colegas que defendem a prisão apenas depois do esgotamento de todos os recursos (o “trânsito em julgado”).

Para o relator das três ações sobre o tema, ministro Marco Aurélio Mello, a possibilidade de prisão após terceira instância é uma “meia sola constitucional”. Marco Aurélio é a favor da execução da pena após o esgotamento de todos os recursos. Outros ministros, como Ricardo Lewandowski, também destacam o princípio da presunção da inocência ao defender a posição de que um réu deve ter o direito de aguardar em liberdade até uma decisão definitiva da Justiça.

O tema divide ministros do STJ ouvidos pelo Estado nos últimos dias. Apenas um deles diz aprovar a “solução intermediária” de prisão após terceira instância. Para ele, um entendimento do Supremo nesse sentido valorizaria “bem mais” o STJ.

Outro ministro, porém, chamou de “absurda” a tese de Toffoli, sob a alegação de que esse entendimento “não tem qualquer base técnica, constitucional ou teórica”, sendo “mero achismo”.

Pesquisa coordenada e divulgada no ano passado pelo ministro Rogerio Schietti, do STJ, mostrou que é reduzido o índice de absolvição pela Corte de réus que já foram condenados em segunda instância.

Ao analisar cerca de 69 mil decisões de ministros e das duas Turmas do STJ especializadas em direito criminal, o levantamento mostrou que em apenas 0,62% dos casos houve absolvição e que em 1,02% dos processos a prisão foi substituída por uma pena alternativa, como perda de bens ou prestação de serviço à comunidade.



Fonte do artigo
Tags:
#politica #political #negocios #business #marketingdigital #empreendedorismo #marketing #emprendedores #empreender #sucesso #empresas #emprendimiento #emprendedor #empreendedor #emprender #dinheiro #dinero #empresario #vendas #liderazgo #motivacion #foco #motivacao #negocio #brasil

Anúncio Patrocinado

Equinor estuda infraestrutura para gás no Brasil; vê bônus de megaleilão como ‘alto’

0


Por Gram Slattery e Marta Nogueira

RIO DE JANEIRO (Reuters) – A petroleira norueguesa Equinor está estudando locais no litoral brasileiro para instalar nova infraestrutura de gás natural, em um processo desafiador que pode sinalizar caminhos para a indústria que busca ampliar a produção da commodity no Brasil, disse a presidente da empresa no país à Reuters.

Isso acontece enquanto a companhia se prepara para colocar em operação campos marítimos com grande quantidade de gás nos próximos anos, ao mesmo tempo em que volta suas atenções para o megaleilão de novembro no pré-sal, cujo bônus foi avaliado como “muito alto”.

Em entrevista na segunda-feira, Margareth Øvrum disse ainda que a descoberta de gás e condensado chamada Pão de Açúcar, da Equinor, poderá iniciar produção em meados da década de 2020, tornando-se provavelmente o primeiro grande campo marítimo focado em gás a entrar em operação no Brasil sob a operação de uma petroleira estrangeira.

Por isso, outras empresas estarão assistindo de perto a experiência da Equinor, uma vez que a infraestrutura de escoamento de gás de campos marítimos é mais complexa que a de petróleo, devido à dificuldade de manipular o insumo. Até hoje, apenas a Petrobras conduziu iniciativas desse tipo no Brasil.

“Estamos avaliando diferentes oportunidades para levar o gás à costa”, disse Øvrum à Reuters, no escritório da empresa com vista para a Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro, evitando dar sinais mais claros sobre as soluções que poderão ser escolhidas.

“Devemos ampliar um terminal? Construímos um novo? O que faremos sobre os líquidos de gás natural?”, comentou ela.

A empresa está em conversas semelhantes a respeito de seu campo de Carcará, onde a previsão é iniciar a produção da “primeira fase” em 2023 ou na primeira metade de 2024, disse ela.

A empresa, que planeja investimentos de cerca de 15 bilhões de dólares até 2030 no Brasil, ainda não decidiu quando começará a segunda fase, acrescentou, mas isso também pode envolver a construção de infraestrutura de gás natural.

“Estávamos avaliando diferentes oportunidades para conectá-lo a alguns campos próximos. Mas, você sabe, era muito caro, então não daria certo”, disse ela sobre a primeira fase de Carcará, que irá reinjetar todo o gás.

LEILÃO CARO

Maior produtor de óleo e gás da América Latina, o país acelerou o desenvolvimento de sua prolífica região do pré-sal, nas bacias de Campos e Santos.

Muitos dos ativos da região têm quantidades significativas de gás, mas o consumo é baixo entre os brasileiros e o país possui poucos dutos e terminais para facilitar o aproveitamento das reservas.

Como resultado, as empresas optaram amplamente por “reinjetar” o gás nos poços, em um processo que aumenta a produção de petróleo.

Mas isso só funcionará por um determinado tempo. Alguns campos entrando em operação no pré-sal têm muito gás para reinjetar.

O governo lançou neste ano programa chamado Novo Mercado de Gás, que tem como objetivo reduzir a presença da Petrobras e fomentar investimentos no segmento. A expectativa é que investidores construam gasodutos, plantas de tratamento de gás, dentre outras infraestruturas.

Dois grandes leilões marcados para o início de novembro, de áreas muito promissoras, provavelmente aumentarão o dilema.

A Equinor é uma das 14 empresas inscritas para o megaleilão do governo que irá ofertar volumes excedentes do contrato da chamada cessão onerosa, em 6 de novembro, quando o governo espera arrecadar cerca de 106 bilhões de reais em bônus de assinatura, com a negociação de quatro ativos.

Embora os blocos em oferta sejam considerados únicos, uma vez que a Petrobras já realizou trabalhos exploratórios na região, algumas grandes empresas de petróleo levantaram sinais de alerta sobre os preços dos ativos.

Øvrum disse que a Equinor está estudando a lucratividade potencial das áreas, acrescentando que o Brasil compete com outras oportunidades de ativos no mundo.

“Obviamente, é um bônus de assinatura muito alto”, disse ela.

“Você está competindo com outras oportunidades, seja na Argentina, no Golfo do México, na Noruega ou em qualquer outro lugar. E você não está competindo pelo volume, mas pelo valor.”





Fonte do Artigo
Tags:

#noticia #novidades #noticias #venezuela #seo #instagram #cicpc #policia #ultimahora #seguridade #informacao #paz #urgente #policiacientifica #criminalisticcicpc #crimes #extra #ultimahoranoticia #brazil247 #governo #brasil247 #bolsonaro #jornalismo #informacoes #news #jornal #tiktok #fgts #pis #caixa #loterias #megasena #lotofacil #megamania #sus #ibge

Anúncio Patrocinado

Novo celular da Xiaomi deve ser lançado ainda este mês

0



20190913052613_860_645_-_xiaomi_mi_cc9 Novo celular da Xiaomi deve ser lançado ainda este mês

Informações vazadas diziam que a linha Mi CC9 da Xiaomi receberia um novo membro. Agora, um outro vazamento sugere que esse novo smartphone se chama Mi CC9 Pro e pode ser lançado ainda este mês. 

As informações sobre o dispositivo foram compartilhadas por Sudhanshu Ambhore, famoso por compartilhar vazamentos do setor, em sua conta no TwitterFoi informado que o telefone terá uma tela FHD + AMOLED de 6,4 polegadas com um entalhe de gota e scanner de impressão digital sob a tela.  

Ele será alimentado por um processador Snapdragon 730G, o mesmo presente no Realme X2. O dispositivo ainda conta com 6 GB de RAM e 128 GB de armazenamento. Não há menção a outras configurações, portanto, pode-se presumir que não haverá variantes.  

O grande destaque do Mi CC9 Pro será suas câmeras. Serão três sensores na parte traseira, sendo o principal deles uma câmera de 108 MP, a mesma do Mi MIX Alpha. O telefone também terá uma lente grande angular de 13 MP e um sensor telefoto de 8 MP. Na parte frontal, a câmera presente possui 32 MP.  

A Xiaomi vai disponibilizar o aparelho com uma bateria de 4.000 mAh com suporte para carregamento rápido de 20 W. Ele vai sair de fábrica com Android 10, NFC e sistema infravermelho blaster IR. O vazamento também menciona que o telefone pesa 180 gramas.  

Para os padrões de outros países, o Mi CC9 Pro não será barato. Ele será vendido por US$ 367 (aproximadamente R$ 1.500). A Xiaomi ainda não revelou quando o telefone será lançado, mas espera-se que a data seja divulgada ainda esta semana.  

Via: GizmoChina





Fonte do Artigo
Tags:

#tecnologia #tecnologias #technology #tecnolog #iphone #informatica #tech #design #samsung #internet #apple #smartphone #seguranca #venezuela #celular #celulares #inovar #qualidade #software #empresas #cursos #engenharia #industria #marketing #ti #tecnoblog #veja #olhardigital #mundodigital #inteligenciaartificial #criar site #criar site curitiba #wiysolutions

Anúncio Patrocinado

Pela segunda vez, prefeitura tenta dar uso a espaços embaixo de viadutos

0


A prefeitura de São Paulo lançou uma nova rodada de consultas públicas para encontrar empresas interessadas em explorar comercialmente e requalificar os espaços que ficam embaixo dos viadutos da Lapa e da Pompeia, na Zona Oeste da capital. É a segunda vez que a administração realiza essa pesquisa de mercado.

A primeira ocorreu em julho, mas foi cancelada um mês depois pela prefeitura, que alegou ter identificado problemas no processo de licitação. Em nota, diz que a Comissão de Licitação dos Baixos dos Viadutos considerou que a então vencedora do certame era inabilitada para assumir o contrato de permissão de uso. O nome da empresa que venceu o pleito na época é Instituto Terra – Meio Ambiente e Inclusão Social. A reportagem não conseguiu contato com o instituto até a publicação desta reportagem.  A nova versão do edital ficou colocada para chamamento público entre os dias 8 e 18 de outubro.

“A Comissão Especial de Licitação dos Baixos dos Viadutos decidiu negar recurso do Instituto Terra – Meio Ambiente e Inclusão Social e manteve sua inabilitação. Entre os motivos apresentados para negar o recurso encontra-se a identificação de fatos e vícios, entre eles, a existência de Débitos Trabalhistas, além de documentos incorretos, falta de documentos e documentos com prazo de validade vencido”, comunica a prefeitura.

A iniciativa da prefeitura de procurar interessados a ocupar esses espaços ocorre em meio a problemas recentes que gestão municipal teve com alguns viadutos da cidade. Em novembro de 2018, uma parte da Ponte do Jaguaré, na Marginal Pinheiros, cedeu cerca de dois metros durante a madrugada. No momento que a estrutura do viaduto caiu, alguns carros trafegavam pela via. O viaduto foi totalmente liberado depois de ter ficado quatro meses interditado.

Em janeiro de 2019, a ruptura de uma viga obrigou a prefeitura interditar o viaduto da Marginal Tietê que dá acesso à Rodovia Presidente Dutra. A estrutura só foi liberada para uso em junho. Esses episódios fizeram a administração municipal acender a luz amarela. Em abril, a prefeitura então realizou uma bateria de vistorias nos viadutos da cidade.

Apesar disso, a prefeitura garantiu que verificou as condições dos viadutos da Lapa e da Pompeia antes de realizar a licitação. “Para iniciar a permissão, os dois viadutos possuem laudo de vistoria elaborado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana”, diz o texto. Comunicou ainda que que as empresas vencedoras da licitação terão o dever de fazer a requalificação, manutenção e ativação desses locais.

“A iniciativa privada também poderá explorar atividades comerciais como alimentos e bebidas, serviços de feiras, escritórios compartilhados (coworking), aluguel de bicicletas, patinetes e afins, publicidade (dentro das regras da Lei Cidade Limpa), além de realizar eventos”, informa.

O objetivo é que os vencedores da licitação (ganha quem der o lance maior) sejam responsáveis pela manutenção das áreas e possam cobrar por serviços de alimentação e atividades de lazer, cultura e esportes. Caso os eventos sejam gratuitos, haverá um desconto de 80% no aluguel que cada administrador deverá pagar mensalmente à gestão municipal.  A prefeitura pretende replicar o modelo para outros viadutos da cidade. Outra obrigação das empresas vencedoras será a instalação de câmeras de vigilância no espaço e implantação de banheiros.

Vice-presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), Antonio Carlos Pela elogiou o projeto do governo de Bruno Covas (PSDB) e disse que a entidade foi consultada na elaboração da proposta. “Nós conhecemos o projetos e o estudamos muito antes de ser lançado. Achamos muito interessante”, afirma. “Isso é feito em outros países, como Nova York e Londres. Progressivamente, a ideia é dar aproveitamento a esses lugares, alguns deles localizados em lugares nobres da cidade”.

Quando a prefeitura consultou a ACSP sobre o projeto, Pela relata que afirmou que a instituição deu sugestões sobre o modelo de licitação do serviço. “Eram questões contratuais”, diz.

+ OUÇA O PODCAST SPsonha: Como melhorar as favelas:



Fonte do Artigo
Tags:
#loterias #loteriascaixa #megasena #resultadoapostas#noticias #noticiario #noticia #brasil #noticiascolombia #mundo #esporte #colombia #noticiadeld #ltimasnoticias #noticiario #noticiasregionales #noticiasdepartamentales #noticiashoy #esportes #noticiaahora #elinformantenoticias #noticiasdeboyac #esporteinterativo #esportivo #diariodosesportes #noticiero #jogodefutebol #jogos #loto #apostas

Anúncio Patrocinado

Novo marco legal das franquias avança no Senado

0


A proposta será levada ao plenário da Casa e autoriza empresas públicas e sociedades de economia mista a adotar o sistema de franquia

A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado aprovou há pouco o texto do novo marco legal das franquias no Brasil.

A proposta, que agora será levada ao plenário da Casa, autoriza empresas públicas e sociedades de economia mista a adotar o sistema de franquia.

Ao setor privado, ela obriga o franqueador a fornecer ao interessado a circular de oferta de franquia com uma antecedência mínima de dez dias da data escolhida para a assinatura do contrato ou de pagamento de taxas.

Em caso de licitação, a circular deve ser divulgada no início do processo de seleção. O texto também aborda condições de sublocação do ponto comercial ao franqueado e sobre a possibilidade de anulação do contrato.





Fonte do Artigo
Tags:

#IBJE #FGV #LOTOFACIL #TINDER #GMAILGOOGLE #TIKTOK

Anúncio Patrocinado

Todos os vice-líderes nomeados por Eduardo podem ser expulsos do PSL

0


O atual líder da bancada do PSL na Câmara, deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), nomeou na manhã desta terça-feira, 22, seus novos vice-líderes, todos parlamentares da ala “bolsonarista”, ou seja, ligados ao presidente Jair Bolsonaro – e todos notificados nesta segunda-feira (21) sobre o processo de suspensão pelo PSL. Eles deveriam comparecer à reunião do partido e têm a partir desta terça um prazo de cinco dias para apresentar defesa.

O primeiro vice-líder é Filipe Barros (PSL-PR). Os outros são Sanderson (RS), Carla Zambelli (SP), General Girão (CE), Márcio Labre (RJ), Alê Silva (MG), Daniel Silveira (RJ), Chris Tonietto (RJ), Junio Amaral (MG), Bibo Nunes (RS), Bia Kicis (DF), Luiz Philippe de Orleans e Bragança (RJ) e Luiz Ovando (MS).

Na segunda-feira, em seu primeiro ato como novo líder do PSL na Câmara, Eduardo determinou o desligamento de todos os vice-líderes do partido na Casa. Eduardo foi confirmado no cargo na manhã de segunda após receber o apoio de 28 dos 53 parlamentares da legenda – a lista original tinha 29 nomes, mas um não foi aceito pela Secretaria Geral da Mesa.



Fonte do artigo
Tags:
#politica #political #negocios #business #marketingdigital #empreendedorismo #marketing #emprendedores #empreender #sucesso #empresas #emprendimiento #emprendedor #empreendedor #emprender #dinheiro #dinero #empresario #vendas #liderazgo #motivacion #foco #motivacao #negocio #brasil

Anúncio Patrocinado

Com card, médicas e arbitragem formada por mulheres, SFT realiza nova edição voltada ao ‘Outubro Rosa’; veja

0


Após uma edição de sucesso no ano passado, o SFT volta a realizar um evento totalmente voltado para as mulheres, em campanha direcionada para o Outubro Rosa, que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e, mais recentemente, sobre o câncer de colo do útero. O card será inteiro formado por atletas, médicas e arbitragem femininas.

A 17ª edição do SFT, que contará com transmissão ao vivo da Band a partir do card principal, está marcada para acontecer no próximo sábado (26), no Clube Atlético Juventus, em São Paulo, e a entrada do público está direcionada à doação de 1kg de alimento não perecível, a ser doado para a ONG Banco de Alimentos.

A luta principal do SFT 17 terá como destaque a disputa do cinturão peso-palha da organização. Com quatro vitórias consecutivas em sua carreira no MMA, sendo três delas pelo SFT, Isabela de Pádua terá pela frente a paraense Rayanne Almeida, que está embalada por três triunfos em sequência e é campeã do evento canadense BTC Fight Promotions.

xsftfoto2.jpg.pagespeed.ic.wMTQ94kp0M Com card, médicas e arbitragem formada por mulheres, SFT realiza nova edição voltada ao ‘Outubro Rosa’; veja

Outras grandes atrações da edição, que conta, ao todo, com 11 confrontos, ficam por conta do duelo entre Gisele Moreira e Daiane Firmino, a “Day Fox”, no co-main event, além da aguardada luta entre Fernanda Barbosa e Mayra Cantuária, entre outros bons combates agendados para o card.

CARD COMPLETO:

SFT 17
Sábado, 26 de outubro de 2019
Clube Atlético Juventus, em São Paulo

Isabela de Pádua x Rayanne Amanda
Gisele Moreira x Daiane Firmino
Fernanda Barbosa x Mayra Cantuária
Rute Ravena x Camila Alves
Claudia Leite x Alessandra Thainara
Pamela Mara x Aninha Carolina
Queila Braga x Thalita Diniz
Bia Arlequina x Andreia Serafim
Wilma Machado x Sofia Lizaso
Mayara Bueno x Dayane Guerreira
Thaina Freitas x Sarah Filipini





Fonte do Artigo
Tags:

#noticia #novidades #noticias #venezuela #seo #instagram #cicpc #policia #ultimahora #seguridade #informacao #paz #urgente #policiacientifica #criminalisticcicpc #crimes #extra #ultimahoranoticia #brazil247 #governo #brasil247 #bolsonaro #jornalismo #informacoes #news #jornal #tiktok #fgts #pis #caixa #loterias #megasena #lotofacil #megamania #sus #ibge

Anúncio Patrocinado

Netflix quer levantar mais US$ 2 bilhões para produção de conteúdo

0



20190820060153_860_645_-_netflix Netflix quer levantar mais US$ 2 bilhões para produção de conteúdo

A Netflix planeja emitir títulos, em Euros e Dólares, para levantar cerca de US$ 2 bilhões, que serão na produção de conteúdo exclusivo. É a segunda vez que a empresa faz isto neste ano, provavelmente como forma de se preparar para enfrentar rivais como a HBO Go e a Apple TV+.

Segundo a Forbes, analistas estimam que o orçamento da empresa para conteúdo em 2019 seja de US$ 15 bilhões, 25% a mais do que o investido no ano passado. Em agosto deste ano soube-se que a Apple desembolsou US$ 6 bilhões para produzir conteúdo original para seu serviço Apple TV+.

Mas a Apple não é a única concorrente que preocupa a Netflix. A Disney está colocando no ar seu próprio serviço de streaming, o Disney+. O catálogo inicial de mais de 600 títulos, quase todos produções próprias, pode parecer pequeno, mas contém algumas das séries, filmes e franquias mais amados pelo público, como Simpsons, Star Wars, os filmes da Pixar, o universo cinemático Marvel e muito mais.

Fonte: Forbes



Fonte do Artigo
Tags:

#tecnologia #tecnologias #technology #tecnolog #iphone #informatica #tech #design #samsung #internet #apple #smartphone #seguranca #venezuela #celular #celulares #inovar #qualidade #software #empresas #cursos #engenharia #industria #marketing #ti #tecnoblog #veja #olhardigital #mundodigital #inteligenciaartificial #criar site #criar site curitiba #wiysolutions

Anúncio Patrocinado
- Advertisement -
Agregalinks - O melhor agregador para blogs

Manual do Bitcoin

Dropshipping

Novidades

Qual a Melhor Plataforma para um Site?
👉 Baixe o E-book Grátis!

Quer ganhar R$ 3.520,00 por mês?
👉 Descubra como AQUI

Quer aprender receitas deliciosas?
👉 Baixe o E-book Grátis!