Covid-19: obesidade pode aumentar em até 4 vezes o risco de morte

0
2
Anúncio Patrocinado



20200813095016_860_645_-_medico_medindo_a_barriga_do_paciente Covid-19: obesidade pode aumentar em até 4 vezes o risco de morte
Segundo uma pesquisa publicada na revista “Annals of Internal Medicine”, a obesidade pode ser considerada um fator de risco para quem contrair a Covid-19, principalmente quando os infectados são homens e estão abaixo da faixa dos 60 anos. Os resultados apontam que há até quatro vezes mais risco de morte nesses casos.O estudo, feito por médicos e cientistas da Califórnia, tem como base os dados de 5.652 pacientes que contraíram a doença entre fevereiro e maio. Para considerar o risco da obesidade, foram excluídos fatores que poderiam agravar o quadro dos pacientes, como diabetes, hipertensão e problemas cardíacos.Com isso, os indivíduos que apresentaram Índice de Massa Corporal (IMC) elevado – sendo homens e com menos de 60 anos – possuíam probabilidades quatro vezes mais elevadas de morrer por conta da doença.ReproduçãoObesidade pode aumentar em até quatro vezes o risco de morte. Foto: Unsplash”Encontramos uma associação impressionante entre o IMC e o risco de morte entre pacientes com diagnóstico da Covid-19 em um sistema integrado de saúde. Essa associação foi independente das comorbidades relacionadas à obesidade e outros fatores potenciais de confusão dos resultados”, descrevem os envolvidos no estudo.”Nossos dados também sugerem que o risco pode não ser uniforme em diferentes populações, com o IMC elevado fortemente associado à mortalidade pela Covid-19 em adultos jovens e pacientes do sexo masculino, mas não em pacientes do sexo feminino e idosos”, completam.Ainda segundo os cientistas, o resultado é importante para permitir que medidas extras sejam consideradas para mitigar os efeitos da doença nesse grupo. De acordo com levantamento feito pelo G1, desde o início da pandemia, mais de 4 mil pessoas obesas morreram após contraírem a Covid-19. Quase metade do total tinha menos de 60 anos.Este não é o primeiro estudo sobre o assunto a ser publicado no mundo. Recentemente, a Agência de Saúde do Reino Unido divulgou um trabalho que indica relação entre o sobrepeso e o aumento dos riscos do vírus. Para os que estão apenas acima do peso, a chance de morrer em decorrência da doença é de 40%. No caso de quem é obeso, o risco sobre para até 90%.ReinfecçãoApesar de não termos dados que confirmem a possibilidade de reinfecção, a USP investiga a possibilidade. Exames coletados no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP sugerem que o novo coronavírus pode infectar a mesma pessoa mais de uma vez, embora os médicos considerem essa hipótese pouco provável. O alerta foi levantado após dois pacientes, que haviam se curado da Covid-19 em maio, voltarem a testar positivo para a doença. À Folha, o hospital apresentou três possíveis explicações para a reinfecção. A primeira é que o vírus pode ter ficado inativo no organismo, e retornado devido a um episódio de baixa imunidade. É possível, também, que eles não tenham desenvolvido uma quantidade suficiente de anticorpos contra a doença.A hipótese mais aceita, no entanto, é a de que os sintomas tenham voltado a aparecer por conta de outra infecção respiratória semelhante à Covid-19, e que os testes tenham dado positivo por ainda existirem fragmentos mortos do novo coronavírus no sangue dos pacientes. Agora, o hospital tenta encontrar a causa da outra doença por meio de novos exames.Via: G1



Fonte do Artigo
Tags:

#tecnologia #tecnologias #technology #tecnolog #iphone #informatica #tech #design #samsung #internet #apple #smartphone #seguranca #venezuela #celular #celulares #inovar #qualidade #software #empresas #cursos #engenharia #industria #marketing #ti #tecnoblog #veja #olhardigital #mundodigital #inteligenciaartificial #criar site #criar site curitiba #wiysolutions

Anúncio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here