Mesmo sem Google, Huawei espera vender 20 milhões de Mate 30

0
8
Anúncio Patrocinado



20190916093603_860_645_-_mate_30_pro Mesmo sem Google, Huawei espera vender 20 milhões de Mate 30

A Huawei finalmente revelou a linha Mate 30, que não tem aplicativos nem serviços do Google. Em razão da proibição comercial dos EUA contra a empresa chinesa, os usuários dos aparelhos da série terão de usar a Huawei App Gallery e o ecossistema Huawei Mobile Services (HMS). Apesar desse desafio, a marca espera vender até 20 milhões de unidades da linha Mate 30.

Em entrevista ao Android Authority, Richard Yu, CEO da companhia, afirma que a proibição comprometerá os negócios da empresa fora da China. “Já na China, as vendas aumentarão muito porque esse é o smartphone 5G top de linha mais competitivo do mundo.”

Quando as tensões comerciais entre EUA e China aumentaram no início do ano, a Huawei teve de redirecionar muitos de seus recursos para a China e estabelecer mais canais de distribuição no país, afirma o IDC. Isso ajudou a empresa a melhorar suas vendas na região e registrar a marca histórica de 36,4 milhões de unidades comercializadas no último trimestre.

Agora, Yu aposta no gigante asiático para tornar a linha Mate 30 um sucesso. Após as proibições, as vendas de smartphones da Huawei na China aumentaram 31% (no segundo trimestre de 2019), de acordo com a Canalys. De fato, a empresa tem a maior participação de mercado no país nos últimos oito anos. Os números contrastam com o leve declínio nos volumes globais no mesmo período.

Anúncio Patrocinado

Huawei resiste ao bloqueio

No lançamento do Mate 30, a empresa anunciou que havia comercializado mais de 17 milhões de smartphones P30 e mais de 16 milhões de aparelhos da linha Mate 20. A grande diferença é que esses modelos ainda incluíam serviços do Google.

Embora não haja um fim visível para os problemas da Huawei com os EUA, Yu espera que a empresa possa lançar aplicativos e serviços do Google para o Mate 30 da noite para o dia após a suspensão da proibição. Mesmo que a fabricante não possa vender os telefones nos EUA no momento, Yu diz que eles serão comercializados na Europa e na China já em outubro. “Não podemos parar nossos negócios. Continuaremos vendendo.”

Por mais positivo que seja o executivo da Huawei, é preciso esperar. Ainda é cedo para dizer se a linha Mate 30 pode ser bem-sucedida apenas com base na demanda chinesa. Porém, uma coisa é certa: a Huawei não terá notícias tão agradáveis em relação às vendas do celular fora da China.

Fonte: Android Authority



Fonte do Artigo
Tags:
#tecnologia #tecnologias #technology #tecnolog #iphone #informatica #tech #design #samsung #internet #apple #smartphone #seguran #venezuela #celular #celulares #inova #qualidade #software #empresas #seguridad #engenharia #industria #marketing #ti #tecnoblog #veja #olhardigital #mundodigital #inteligenciaartificial

Anúncio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here